Que pergunta você quer fazer? (Parceria TamaPitch)

Que pergunta você quer fazer? (Parceria TamaPitch)
12 de dezembro de 2013 Vitor Alli

Vitor Alli e Lilia Porto fechando a parceria Falar pra Câmera e TamaPitch.

Para quem ainda não conhece, TamaPitch é o projeto da Lilia Porto focado em videomarketing.

A gente quer saber quais são as suas dores na hora de fazer vídeo. Por que você não se sente feliz com a sua imagem? O que acontece? Você se sente bobo, inseguro? Não passa a mensagem que gostaria para o seu público?

O que tem acontecido?

A gente já viu que a timidez pode vir a ser um bode expiatório para a falta de confiança que você tem em si mesmo, no seu conteúdo ou mesmo no processo de filmagem.

Acontece. Acredite: é normal. E a gente está aqui para ajudar.

Muitas vezes esses problemas podem ser resolvidos com método, conhecimento e prática.

Além dos sites Falar pra Câmera e TamaPitch, nós fazemos vídeos e nos relacionamos diretamente com os nossos leitores e espectadores para ajudá-los a fazer vídeos cada vez melhores e eficientes.

Sendo assim, quanto mais canais de comunicação a gente abre e quanto mais opções você tem para entrar em contato conosco, melhor.

Vou fazer uma pequena confissão…

Cadastre-se e acesse os conteúdos VIP's

Uma coisa de que me orgulho muito é que eu não preciso mais temer o que temia antes de abrir o Falar pra Câmera.

Sempre que falamos de fazer vídeos, as primeiras perguntas geralmente são relacionadas a “que equipamento vc usa?” ou “que câmera que eu compro?”.

Acho essas perguntas muito vagas e, de fato, sem muita importância. Eu já provei para você que bons vídeos podem ser feitos com qualquer câmera e com equipamentos muito básicos.

Sendo assim, fico muito feliz em ver que os comentários e perguntas que recebo estão em outro nível.

Muita gente já percebeu que o conteúdo disponibilizado aqui no Falar pra Câmera está mais relacionado à comunicação não-verbal e aquisição de segurança na hora de gravar.

Aqui eu respondo o que você não encontra pela internet em tutoriais simples. Falamos dos meandros da voz, do corpo, da leitura do seu texto, da timidez e o conforto em frente às câmeras.

De qualquer forma não se intimide! Faca a sua pergunta e não se preocupe se ela é boa ou não. Interprete esta informação apenas como um “não gosto e não acho importante falar sobre modelos de equipamentos“. Nada mais.

Então faça a sua pergunta ou deixe o seu relato aqui nos comentários. A gente vai fazer uma série de vídeos a partir deles.

Vamos responder a estas mensagens complementando as informações que disponibilizamos com as suas reais necessidades. Não deixe de participar.

Você pode ver também o post na TamaPitch: http://www.tamapitch.com/falar-pra-camera-pergunte-vitor-alli/

Shares

Pin It on Pinterest

APRENDA A INVESTIR NOS EQUIPAMENTOS CERTOS COM ESSE CURSO GRATUITO

x